Salto Alto (1983)

salto1

Direção: Nitis Jacon RolloverBackArrow
Produção: Grupo Proteu, de Londrina
IMPRENSAMario Prata revê o teatro brasileiro em "Salto Alto" (Estadão, 1984)
Salto alto e alegria no palco (Folha, dezembro de 1983)
Uma história de amor ao palco em "Salto Alto" (Folha, 1983)

Salto Alto conta a história de uma mulher que passa a vida inteira sonhando ser estrela e, não conseguindo inteiramente, transmite este sonho a seu filho. Nos bastidores teatrais comenta-se que se trata da biografia de um ator relativamente conhecido no palco e na televisão, mas Pratinha não confirma nem nega.

Prefere dizer que seus personagens são inspirados por muito mais gente: “Para mim, Salto Alto é uma leitura debochada dos últimos 50 anos do teatro brasileiro. Expresso o meu carinho pelo teatro de 1937 até hoje, faço uma análise fria, irônica, porém sempre honesta e carinhosa de grandes marcos teatrais, como o mambembe, a revista, o experimentalismo, o teatro político, o teatro italiano, o nosso cinema novo e até as novelas de tevê. A personagem Nenzica Del Campo, interpretada por Ana Lúcia Barroso, que considero uma atriz absolutamente fantástica, mistura de Marilia Pera e Regina Duarte, é a soma de várias atrizes dessas épocas. Seu filho também”.

Edmar Pereira
Jornal da Tarde 13/01/84 RolloverBackArrow

Anúncios