Minhas Vidas Passadas (a limpo)

minhas_vidas2Editora Globo, 1998 (relançado em 2012 pela Editora Planeta)
Leia um trecho do livro

IMPRENSA De rachar o bico (VEJA, 15/06/1998)
♦ Mario Prata volta ao passado e encontra Cristo (Estadão, 09/05/1998)
♦ Minha picaretagem é outra (JB, 26/09/1998)

tv_youtube_smallVIDEO
Lançamento do livro no programa Jô Soares Onze e Meia (SBT, 1998)

button 
Cultura, Saraiva, Travessa, Livraria da Folha, Amazon

Na capa deste livro, o autor faz questão de afirmar que esta obra é de ficção. Ficção de Mario Prata? Que me perdoe o meu ex-paciente – e hoje meu amigo. Acompanhei todos os seus passos em vidas passadas. Mas ele – e deve ter os seus motivos — insiste em afirmar que tudo o que lerão nestas páginas saiu da cabeça dele. Sim, saiu, mas através da regressão para mais de dez pessoas que ele já foi. E, não sei bem por quê, ele deixa quatro de suas vidas passadas de lado e só apresenta os personagens bonzinhos, de bom caráter. Por que não falou das estripulias do garoto João Pedro, que ele foi — morreu com 10 anos — na corte de Dom João VI no Brasil? Por que não falou do Buck Silver, — fiel escudeiro do Buffalo Bill, sanguinários no Velho Oeste? E quando ele foi filho bastardo da dona Beja, no Araxá? E tem mais, muito mais. Quem sabe, num próximo livro, ele seja mais corajoso?

Por enquanto, fique com Ana, Gemma, Johnny, Anhangá, Frei Henriquinho e Georgette. Ah, Georgette! Velhas e velhos mariopratas por quem fiquei apaixonado. Como espero que você também fique. Só que tem que comprar o livro, pois mais não digo.

Professor Doutor Leonardo Ramos
Psiquiatra e psicanalista

RolloverBackArrow

Anúncios