Minhas Tudo

minhas-tudo

Editora Objetiva, 2001 (Reeditado em 2012 pela Editora Planeta)
Prefácio de Jorge Caldeira

IMPRENSAMario Prata quer incluir escritor no rol dos mortais (Estadão, 16/05/2001)

button
Cultura, Saraiva, Travessa, Amazon

Sabe aquelas coisas simples, aquelas que fazem parte do seu dia a dia, dos seus bons e péssimos momentos, e quando você percebe já te acompanham há anos, por uma vida mesmo? Pois é. Com seu já característico estilo bem-humorado, certas vezes irônico, Mario Prata cede o lugar principal de seus textos a eles: a carteira, o guarda-chuva, o carimbo, o joelho, o ladrão, a fila… Mas mais do que um inventário pessoal, o autor apresenta ao leitor crônicas de um cotidiano muito mais próximo de cada um de nós do que se pode imaginar. Afinal, vai dizer que você nunca ficou um bom tempo para regular a temperatura do chuveiro, ou parou para descobrir as besteiras que até hoje guarda na carteira e não sabe por que, ou ainda ficou tentando, igual bobo, mil técnicas para fazer o soluço passar? RolloverBackArrow

Anúncios