Mão-de-obra sexual dos portugueses

inicioAntes dos portugueses entrarem para o seleto e rico time da Comunidade Econômica Européia, ou seja, quando eram apenas pobres e camponeses, não existiam algumas profissões por lá que agora surgem do nada, de dia e de noite, para a felicidade local. Onde sobra dinheiro, abunda a prostituição. Em todos os sentidos. O que se segue é um artigo publicado, no prestigiado matutino alfacinha Público e assinado apenas pelas iniciais GP. Abaixo do título Mão-de-obra sexual: modo de usar segue o seguinte texto, sem tirar nem pôr (ou melhor, tirando e pondo):

É este o questionário-tipo para candidatos a massagista:

Consegue ‘estar’ com homens, com mulheres, ou com ambos?

E com casais?

É activo ou passivo?

Tem pêlos no peito? E nas pernas?

Qual o tamanho do pênis?

Qual a cor do pênis?

E a forma, é normal?

Não é daqueles que estreitam na ponta?

É grosso ou fino?

Quando está erecto, como é que fica? Subido ou na horizontal?

Vem-se (goza) rapidamente, ou consegue estar muito tempo sem vir? (Desculpe estar a perguntar todas estas coisas, mas são pormenores que os (as) clientes querem sempre saber).

Já sabia o que era este serviço?

Qual é a sua disponibilidade?

Quando houver serviço, como quer que o identifiquemos? Podemos chamar pelo seu nome?

Nota: para as mulheres repetem-se algumas destas questões; os restantes pormenores são verificados “directamente”.

Conselhos-tipo dados aos candidatos:

Deve-se sempre fazer-se acompanhar de vários preservativos ou outros materiais diversos que ache necessários para um bom serviço.

Pode sempre negar um serviço se a pessoa não Ihe agradar.

Deve receber do ou da cliente sempre antes de fazer o serviço.

O trabalho não deve demorar mais de uma hora

Só deve fazer o que for contratado com o ou a cliente; qualquer serviço extra é pago à parte.

Só tem que se vir (gozar) uma vez.

Nunca se deve envolver sentimentalmente com os clientes.

Deve sempre fazer crer ao cliente que sente prazer com ele ou com ela.

O cliente deve acreditar que é a primeira vez que você está na cama com alguém.

Deve agir sempre com profissionalismo.

Acabado o serviço, deve sempre encontrar-se com alguém da ‘empresa’,

que receberá o dinheiro; 60 por cento para si, 40 por cento para nós.

RolloverBackArrowRolloverBackArrow2

Anúncios